(0) (0)
domusplaza@gmail.com

Guia 10 Passos Essenciais para Compradores

Guia 10 Passos  Essenciais  para Compradores

 Comprar uma casa é um processo burocrático e a escolha da mesma tem de ser extremamente ponderada. Assim sendo, veja de seguida alguns passos que o vão ajudar a não cometer erros.

Passo 1 – Defina o seu orçamento

Antes de começar sequer à procura de uma casa, é importante que tenha o seu orçamento bem definido.

Tenha em conta os seguintes aspetos, de forma a elaborar um orçamento mais completo possível.

  • Custos do crédito habitação (registo, notário, IMT e Imposto de Selo);
  • Montante a desembolsar no ato de assinatura do contrato de promessa de compra e venda (CPCV ou vulgo sinal);
  • Montante máximo de prestação mensal;
  • Valor do empréstimo que terá de pedir ao banco;
  • Custos dos seguros obrigatórios (seguro de vida e multirriscos);
  • Valor do IMI e condomínio;
  • Outras despesas associadas à compra de uma casa – móveis, decoração, eletrodomésticos…

Passo 2 – Escolha a altura certa

Para comprar uma casa é importante ter em conta o contexto económico e os diversos fatores que influenciam o preço das casas (como é o caso da EURIBOR e do spread).

Assim sendo, escolher a melhor altura para adquirir a sua casa, é algo que deve ter em conta de forma a conseguir obter a melhor casa, pelo menor preço possível.

Tenha em conta, que atualmente a EURIBOR encontra-se em mínimos históricos (que se devem manter até 2020) e que os bancos estão a baixar imenso o valor dos spreads.

Passo 3 – Escolha a melhor zona

Nesta altura existem alguns aspetos que deve ter em conta quando comprar a primeira casa como é o caso de: acessos, imediações, equipamentos sociais (escolas, jardins, farmácias, hospitais…).

Isso é essencial para que a casa futuramente (em caso de a querer vender) fique um pouco mais valorizada, além de que, os acessos facilitam imenso a sua vida.

No entanto, tenha em conta, que casas com uma boa localização, acabam por pagar um valor de IMI um pouco superior, por isso analise junto das finanças qual o coeficiente de localização e qual o seu valor para a zona onde está a ponderar adquirir o imóvel.

Passo 4 – Compare casas antes de comprar

Outra das questões que deve ter em conta antes de comprar a primeira casa, passa por comparar os preços que são praticados dentro das zonas onde está a ponderar adquirir o imóvel.

É importante ter em conta, que nesta fase, recorrer a um agente imobiliário pode ser algo bastante vantajoso na medida em que muitas casas não são logo colocadas para venda nos sites dos bancos e de venda (como OLX e ImoVirtual).

Passo 5 – Escolha uma casa que se adeque a si

A grande maioria de nós, já sonhou eventualmente em comprar uma mansão ou pelo menos uma casa grande.

No entanto, como é óbvio deve comprar uma casa a pensar no futuro, assim se está a pensar ter filhos, é importante que compre uma casa já a pensar nessa questão (para não ter de a vender posteriormente por falta de espaço para todos).

Mantenha sempre em conta, que quanto maior a casa, maior os custos de manutenção (como aquecedores no inverno, ar condicionado no verão…).

Passo 6 – Visitar as casas antes de comprar

Antes de comprar a sua primeira casa, é importante que também vá visitar algumas casas de forma a comparar espaços e ver se os preços que são solicitados fazem jus à mesma.

Faça-o durante o dia, de forma a ver as características da mesma, as condições de conservação e a iluminação natural da casa.

Verifique também todas as dimensões das divisões, de forma a poder começar a estudar o que poderá fazer como elas (como tamanho das camas, tipos de móveis, disposição dos mesmos…).

Passo 7 – E que tal arrendar antes de comprar?

Muitos casais jovens querem logo comprar casa, mesmo antes de ter vivido juntos e saberem se as coisas funcionam. No entanto, isso pode não ser uma boa opção.

Pense por exemplo que existem diversos programas de apoio ao arrendamento jovem (como é o caso da porta 65).

Pode usufruir do mesmo, e se tiver realmente gostado da casa e da localização, pode efetivamente falar com o senhorio a ver se é possível a aquisição da mesma (são imensos os senhorios que arrendam uma casa para depois a venderem).

Passo 8 – Comparar o crédito habitação em diversos bancos

Outra das questões essenciais para comprar a primeira casa, passa em muito por comparar o valor dos financiamentos.

Hoje em dia os bancos estão em guerra para ver qual o que fornece o spread mais baixo, desta forma, deve comprar os juros, os spreads e o valor dos diversos seguros obrigatórios.

Esta comparação será essencial para conseguir um bom negócio e uma prestação mensal bastante mais baixa (conseguindo assim poupar imenso no valor total do imóvel).

Neste passo, o NValores poderá ajudá-lo a realizar todas as comparações que necessita, encontrando o crédito habitação mais barato do mercado.

Passo 9 – Tenha um fundo para emergências

Comprar uma casa nem sempre é simples, no entanto, é provável que tenha de gastar imenso dinheiro com questões pontuais que não estava à espera (como reparação de torneiras, compra de novas mobílias…).

Além de tudo, imagine que de um dia para o outro fica sem rendimento fixo ou que o seu salário sofre algum corte que não está à espera? Nestas alturas convém ter algum dinheiro de parte de forma a salvaguardar-se em caso de necessidade.

Passo 10 – Comece a preparar alguns documentos essenciais

Quando comprar a primeira casa (ou até mesmo a segunda), são imensos os documentos que vai precisar de entregar. Assim sendo, se está neste momento a ponderar a realização dessa mesma compra, pode começar a reunir os documentos necessários, sendo apenas depois necessário entregar os mesmos ao banco.

De forma simples, os principais são (note que deve ter estes documentos para os proponentes e para o fiador):

  • Última declaração de IRS (no caso do imóvel estar em nome de dois titulares e no caso de terem entregue o IRS em separado é necessário o envio dos dois documentos) e respetiva nota de liquidação; – Veja aqui como obter
  • Mapa de CRC atualizada (pode ver aqui como é que consegue retirar a mesma do Banco de Portugal);
  • Declaração da entidade patronal (onde indica o vinculo laboral, a data de termo do contrato, qual o valor que aufere mensalmente);
  • Cartão de cidadão ou bilhete de identidade (dos titulares);
  • 3 últimos recibos de ordenado (para trabalhadores dependentes) ou 6 últimos meses (para trabalhadores independentes);
  • Extrato bancário dos últimos 3 meses;
  • Caderneta predial;
  • Certidão de registo predial;
  • Comprovativo de morada;
  • Comprovativo do NIB;
  • Passaporte e autorização de residência (para pessoas que não tenham nacionalidade portuguesa).

Como é óbvio podem ser necessários mais do que estes documentos, no entanto na altura será informado.

Agora que já sabe os 10 passos mais importantes para comprar a primeira casa, coloque as mãos à obra e comece já a tratar do seu futuro

Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência de usuário. Ao usar o site, você confirma que aceita o uso de cookies de acordo com nossa política de privacidade.   Saiba mais